"Acusação de Brindeiro não tem consistência", diz Jader

O presidente licenciado do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), afirmou hoje que a denúncia contra ele por crime de peculato, feita pelo procurador-geral da República Geraldo Brindeiro ao Supremo Tribunal Federal, é mais uma "peça de defesa" a seu favor do que propriamente uma acusação."Não há consistência nisso. Pelo contrário, demonstra que os tais indícios de peculato não passam de pirotecnia jurídica", disse Jader. Para ele, Brindeiro embarcou na "canoa furada" da nota técnica da 5ª Câmara do Ministério Público, que aponta indícios de apropriação de "resíduos" de recursos do Banpará.O senador aponta "falhas primárias" na nota técnica dos procuradores federais. Ele diz que o próprio Banco Central, num documento emitido em 21 de março deste ano, assinado pelo presidente Armínio Fraga, "derruba antecipadamente a nota técnica".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.