Acúmulo de pneus velhos em São Paulo preocupa

O acúmulo de pneus velhos tem chamado a atenção das pessoas em vários locais da cidade de São Paulo. Um deles é a pista de kart situada na esquina da Avenida Caxingui com a Rodovia Raposo Tavares. Também ao longo da Rodovia Fernão Dias, na zona norte da de São Paulo, pneus abandonados têm preocupado os moradores dos bairros.Com as chuvas, os pneus ficam cheios de água parada - local ideal para a procriação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue."Já chegamos a contar 823 pneus em 500 metros de estrada", diz o aposentado Gentil Ribeiro Ferraz, de 53 anos.Mas não é só em São Paulo que isso acontece: um depósito a céu aberto com mais de 10 mil pneus velhos assusta os 7.801 moradores de Sarapuí, a 145 quilômetros de São Paulo. O depósito localizado na área urbana, logo na entrada da cidade, pertence a uma empresa de reciclagem de pneus, que já foi autuada pela Vigilância Sanitária e teve o alvará de funcionamento suspenso pela prefeitura. Mesmo assim, a empresa continua funcionando e recebendo mais pneus usados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.