Acordo sobre TRT-SP deve sair até próxima semana

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo deve fechar até a próxima semana um acordo com o Banco do Brasil (BB) ou a Caixa Econômica Federal (CEF) para retomada das obras do Fórum Trabalhista, situado na Barra Funda, zona oeste dae São Paulo. A informação foi dada hoje pelo presidente do TRT, juiz Francisco Antônio de Oliveira.Segundo ele, assim que for fechado o acordo, a instituição que ficar encarregada de fiscalizar as obras iniciará um levantamento das condições atuais do prédio, o que deve ocorrer durante setembro. "Temos pressa em poder enviar este levantamento ao Tribunal de Contas da União (TCU)", afirmou o presidente do TRT. Ele disse ainda que a transferência do imóvel novamente para o TRT deve acontecer nos próximos dias.De acordo com Oliveira, tanto o BB quanto a Caixa receberam ofício do TRT para que informem se têm interesse em administrar o término da construção do imóvel. Os detalhes deste acordo, no entanto, ainda não foram definidos, informou o juiz. Mas ele adiantou que o banco responsável é que deverá arcar com o custo dessa radiografia, estimado em R$ 2,5 milhões.Na semana passada, o governo federal anunciou que incluirá R$ 15 milhões para a retomada das obras no Orçamento de 2002, que será levado ao Congresso até dia 31. A verba total para a conclusão do imóvel está estimada em R$ 40 milhões. Em torno de 75% do empreendimento, que consumiu R$ 264,62 milhões do Tesouro Nacional, está concluído.A construção foi paralisada em 1998, com o escândalo de superfaturamento e desvio de R$ 196,7 milhões, envolvendo o ex-presidente do TRT, Nicolau dos Santos Neto, que se encontra em regime de prisão domiciliar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.