Acordo com cooperativa salva sede do PT-RS de leilão

O PT do Rio Grande do Sul conseguiu fechar um acordo com a Cooperativa de Produção e Edição de Vídeo para evitar o leilão da sede estadual do partido. O edifício de 485 metros quadrados, localizado no bairro Floresta, em Porto Alegre, e avaliado em R$ 507 mil, havia sido penhorado pela Justiça como garantia para o pagamento de R$ 400 mil por serviços prestados pela cooperativa nas campanhas eleitorais municipais de 2004.O prédio seria ofertado hoje aos interessados pelo leiloeiro Ivan Silveira Soares. O partido comprometeu-se a pagar R$ 150 mil em dezembro, R$ 100 mil em outubro do ano que vem e parcelas mensais de R$ 8 mil até quitar a dívida. A Justiça homologou o acordo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.