ACM voltaria ao ataque após o Carnaval

Na conversa com os procuradores da República, o senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) disse que voltaria a fazer ataques contra o governo do presidente Fernando Henrique depois do Carnaval. "Amanhã vou fazer um discurso calmo, sem xingamentos. Vou listar vários casos", disse, segundo a reprodução da conversa entre o senador e procuradores da República publicada pela revista IstoÉ, referindo-se ao discurso desta semana. De acordo com a gravação, ACM disse ter sido aconselhado pelo jornalista Villas Boas Correia "a não dizer tudo de uma só vez", em seu discurso. "Agora vem o Carnaval e não vale a pena, vou deixar para depois do Carnaval", afirmou o senador, ainda segundo a revista. A revista IstoÉ afirma ainda que o ex-presidente do Senado tentou desmentir sua conversa com os procuradores da República. Como ele havia sido fotografado pela revista, ACM afirmou que tinha ido visitar a representação do governo da Bahia, que funciona no mesmo prédio da Procuradoria da República no Distrito Federal. Os procuradores Luiz Francisco de Souza, Guilherme Schelb e Eliana Torelly teriam confirmado o encontro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.