ACM volta a Brasília para discutir candidatura do PFL

O ex-presidente do Senado Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) retorna amanhã a Brasília, após quatro meses de ausência. No início da tarde, ACM se reunirá com integrantes da bancada baiana e do PFL para conversar, entre outras coisas, sobre o crescimento nas pesquisas eleitorais da candidata do PFL à Presidência, governadora do Maranhão, Roseana Sarney. O encontro será no gabinete que ele ocupou até maio, quando renunciou para não ter o mandato cassado por causa do episódio de violação do painel eletrônico do Senado. Foi substituído por seu filho, Antonio Carlos Júnior (PFL-BA).Um dos primeiro a incentivar a candidatura ao Planalto do governador do Ceará, Tasso Jereissatti, ACM assegurou que está comprometido com Roseana, embora continue achando que, se tivesse que escolher um nome fora de seu partido, ficaria com Tasso, de quem é amigo. Quanto a seu futuro político, o ex-senador disse que ainda não sabe se vai concorrer ao governo do Estado ou se disputa novamente uma vaga ao Senado.ACM vai aproveitar a vinda Brasília para visitar o final das obras de uma casa que mandou construir no Lago Sul e onde pretende morar, se retornar ao Senado. À noite, ele comparecerá ao Colégio Objetivo, de seu amigo João Carlos di Gênio, onde será inaugurado um teatro com uma peça estrelada pela atriz Marília Pera.

Agencia Estado,

12 de novembro de 2001 | 17h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.