ACM se recupera e se distrai com política, diz Neto

Internado há 31 dias com insuficiência cardíaca, senador tem ´sensível melhora´

Silvia Araújo, do Estadão

14 de julho de 2007 | 16h26

O senador Antônio Carlos Magalhães (DEM-BA), de 79 anos, teve uma "sensível melhora" de sexta para sábado, informou o deputado federal ACM Neto (DEM-BA), que acompanha o avô no Instituto do Coração (Incor). Segundo ele, ACM está lúcido e conversando, reage bem aos medicamentos, mas está "fora de cogitação uma alta por enquanto". Internado para tratamento de insuficiência cardíaca e disfunção renal, ACM tem acompanhado todo o noticiário político em Brasília e tem se distraído ao falar de política, disse ACM Neto."Para quem está internado há 31 dias, falar de coisas que não são médicas é bom", afirmou, mostrando-se animado com a recuperação do avô. O quadro clínico geral permanece estável e o problema gastrointestinal, que adiou a alta do senador marcada para sexta, tem sido aos poucos superado. Ainda de acordo com ACM Neto, o senador tem conversado muito sobre a conjuntura em geral e que ele tem feito ao avô relatos do que está acontecendo mas sem tratar de temas específicos para não estressá-lo com nenhum problema neste momento. Sobre a crise no Senado, ACM Neto disse que o avô acompanha com atenção o que está acontecendo e que possui uma relação de amizade com o presidente do Senado, Renan Calheiros. Na sexta à tarde, Renan visitou ACM. Neste sábado, o senador recebeu a visita de familiares e do ex-governador da Bahia César Borges.

Tudo o que sabemos sobre:
ACMsenadorBahiainternadosaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.