ACM repreende Heloísa Helena

O senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), em resposta à senadora Heloísa Helena (PT-AL), disse que também quer a apuração, sem nenhuma restrição, de todas as denúncias de corrupção que foram feitas e que já comunicou ao líder do Bloco Oposição, senador José Eduardo Dutra (PT-SE), que assinará requerimento de abertura de qualquer CPI para apurar toda a verdade. "Se Vossa Excelência quer uma CPI, eu também quero - ampla, geral e irrestrita", declarou Magalhães. Segundo ele, antes mesmo de uma CPI, o País saberá que todas as denúncias que fez até agora são verdadeiras. Ele repreendeu a senadora Heloísa Helena por ter se dirigido à pessoa dele com palavras que considerou ofensivas e injustas. Entre outras expressões, a senadora tem se referido a Magalhães como "canalha", "pusilânime" e "covarde", depois que a revista IstoÉ divulgou suposta declaração do senador de que Heloísa Helena consta de uma lista de senadores que votaram contra a cassação do mandato de senador de Luiz Estevão. "Se Vossa Excelência votou a favor da cassação, Vossa Excelência não deveria estar tão exaltada", afirmou. Segundo o senador, a apuração que está sendo feita para se saber se é possível ou não a violação do segredo de votação vai concluir que não houve violação nem lista alguma. Magalhães disse que a declaração atribuída a ele sobre o voto da senadora faz parte de "intrigas formuladas por um procurador", que teria sido o procurador da República no Distrito Federal, Luiz Francisco de Souza. Segundo o senador, esse procurador já teria mudado sua versão várias vezes. "Vossa Excelência vai se arrepender das acusações caluniosas que fez a meu respeito e que eu não merecia", alertou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.