ACM rebate Lembo e diz que governador é "fruto do acaso"

O senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) divulgou nota em que classifica o governador de São Paulo, Claudio Lembo (PFL), como um político "fruto do caso" e "sem qualquer experiência". A manifestação de ACM foi uma resposta às críticas feitas hoje à tarde por seu companheiro de partido que chamou o senador baiano de "senhor de engenho". ACM atribui a atual condição política de Lembo à pressão exercida no partido pelo senador Marco Maciel (PFL-PE), "para alçá-lo, sem que mérito ele tivesse, à condição de vice-governador, o que resultou torná-lo responsável por administrar um governo como o do Estado de São Paulo sem qualquer experiência a não ser a subalterna em um grande banco paulista". O senador baiano também critica Lembo pela "falta de votos", considerando "desastroso" o resultado de suas participações eleitorais. Em contraposição, ACM disse ter uma "longa e vitoriosa carreira" como deputado estadual, deputado federal, prefeito de Salvador, governador da Bahia, ministro e senador.Na nota, ACM reafirma que "a leniência do governador Lembo nos episódios recentes em São Paulo, além de causar espanto à população, pode, sim, ter contribuído para o agravamento da situação". O senador diz ainda não manteve diálogo com Lembo, porque não quis,"pois mais de uma vez fui procurado por ele nesse sentido".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.