ACM pode "ratificar" depoimento de Regina

O ex-presidente do Senado Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) confirmou que vai atender à convocação do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar para depor, quinta-feira, sobre a violação do sistema de votação eletrônica do Senado. À sua chegada, ACM não quis dar mais declarações. Disse que só falará sobre o assunto no depoimento ao Conselho de Ética e negou que fará algum pronunciamento da tribuna do Senado. "Eu só falarei no meu depoimento. Tenho retificações em relação ao discurso de Arruda (senador José Roberto Arruda, do PSDB do DF, que ontem confessou seu envolvimento na violação do painel eletrônico e também envolveu ACM), e tenho ratificações sobre o depoimento de Regina" (a ex-diretora do Prodasen, Regina Célia Borges, que admitiu a violação do painel e disse que o fez por ordem de Arruda e ACM).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.