ACM: ´PFL tem de se fortalecer em SP´

O senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), chegou hoje pela manhã em São Paulo, para participar da solenidade de entrega do "Prêmio Luís Eduardo Magalhães", na universidade Mackenzie. Toda a cúpula do PFL participou do evento. ACM considerou que a presença do pefelistas em São Paulo, berço do PSDB, é um fato "muito bom". "O PFL tem de se fortalecer em São Paulo, nenhum partido que não for forte em São Paulo pode ganhar a eleição no Brasil", disse ACM.O senador evitou, entretanto, falar de nomes para a sucessão presidencial em 2002. "Acho que não é o momento de indicar os candidatos, mas é impossível deixar de pensar nos nomes", disse ACM. Ele afirmou, que todos os partidos estão se preparando para a eleição presidencial, ao menos, cogitando possíveis pré-candidaturas. "Mas, deve haver uma discrição, para não atrapalhar o atual governo."Entre as lideranças do PFL que acompanharam o senador na solenidade de premiação, estão o vice-presidente Marco Maciel, que ficou por cerca de meia hora no evento; o senador Jorge Bornhausen (presidente nacional do PFL), os senadores Hugo Napoleão (PI) e Francelino Pereira; o ministro da Previdência, Roberto Brant; o ex-ministro da Previdência Waldeck Ornellas; o governador da Bahia, César Borges; o prefeito de Salvador, Antônio Imbassahy; os deputados federais José Carlos Aleluia e Inocêncio Oliveira (líder do partido na Câmara).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.