ACM Neto quer tirar diretório do DEM em SP de Kassab

O líder do Democratas na Câmara, deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (BA), informou que pedirá a intervenção do comando nacional do partido no diretório de São Paulo. ACM Neto quer tirar o diretório paulista do controle do prefeito da capital, Gilberto Kassab, que está deixando o DEM para criar um novo partido, o Partido Social Democrático (PSD).

MARCELO DE MORAES, Agência Estado

21 de março de 2011 | 13h10

Para isso, ACM Neto vai aproveitar a realização, na próxima quinta-feira, de uma reunião da Comissão Executiva Nacional do DEM para apresentar um requerimento pedindo a mudança imediata do comando estadual. O diretório é comandado hoje por Kassab, mas como está instalado em caráter provisório, pode ser alterado por uma simples decisão da executiva nacional, sem a necessidade de convocação dos seus membros estaduais. Ou seja, se a proposta for aprovada, terá validade imediata.

"Vou apresentar o requerimento, porque precisamos cortar imediatamente sua influência sobre o partido", afirma ACM Neto. "Temos de tirar o DEM, imediatamente, da influência do político que tem 43% de rejeição na cidade que administra", acrescenta. O deputado também defende que o partido faça oposição ao prefeito em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
KassabDEMdiretórioSPACM Neto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.