ACM Neto nomeia ex-secretário de Serra para gerir Fazenda em Salvador

Mauro Costa participou das administrações do tucano na Prefeitura e no governo do Estado

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

14 de dezembro de 2012 | 17h53

SALVADOR - Secretário da Fazenda de Gilberto Kassab (PSD) em São Paulo e ex-secretário da Fazenda de José Serra tanto na capital paulista quanto no governo do Estado, Mauro Ricardo Machado Costa assume, em janeiro, a mesma pasta na Prefeitura de Salvador.

Os objetivos, de acordo com o prefeito eleito ACM Neto (DEM), são idênticos aos que teve à frente das secretarias em São Paulo: "aumentar a arrecadação e reduzir as despesas" da Prefeitura. A confirmação de Costa para a pasta, que já era comentada nos bastidores, foi feita na manhã desta sexta-feira (14), quando Neto anunciou os nomes de dez dos 12 secretários que integrarão o primeiro escalão de sua administração.

A lista alterna indicações políticas com outras chamadas "técnicas". Os presidentes estaduais do DEM, do PV e do PTN (José Carlos Aleluia, Ivanilson Gomes e João Carlos Bacelar, respectivamente), por exemplo, comandarão as Secretarias de Urbanismo e Transporte, Cidade Sustentável e Educação. Segundo Neto, porém, eles terão de deixar o comando das legendas para ter "dedicação exclusiva" à prefeitura.

Do outro lado, há nomes novos na política da cidade, como na pasta de Ordem Pública, que será assumida pela empresária Rosemma Burlacchini Maluf, e na Secretaria da Reparação, que ficará a cargo da ex-reitora da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) Ivete Sacramento.

Os secretários da Casa Civil e de Gestão não foram anunciados. O prefeito eleito ainda espera convencer o ex-governador baiano Paulo Souto, coordenador da equipe de transição, a ocupar a primeira - apesar de ele já ter negado a investida de Neto, alegando "razões familiares".

Tudo o que sabemos sobre:
SalvadorsecretariadoACM NetoSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.