ACM Neto diz que Kassab espalha política de baixo nível

O líder do DEM na Câmara dos Deputados, Antonio Carlos Magalhães Neto, desferiu hoje novas críticas contra o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e sua nova legenda, o Partido Social Democrático (PSD). Kassab anunciou oficialmente na semana passada sua saída do Democratas para criar a nova legenda.

WLADIMIR D'ANDRADE, Agência Estado

21 de março de 2011 | 14h10

"Kassab abandonou São Paulo para espalhar a política de baixo nível pelo País. Paulistano não perdoa. Não é à toa ele ter 43% de rejeição", postou o parlamentar na rede de microblogs Twitter, em referência à pesquisa Datafolha que apontou a pior avaliação do prefeito desde que foi reeleito.

ACM Neto anunciou, também pelo Twitter, que vai propor, ainda esta semana, uma intervenção imediata da Executiva Nacional do DEM para tirar o controle de Kassab sobre o diretório paulista. "Temos de tirar o DEM, imediatamente, da influência do prefeito Kassab, o político que tem 43% de rejeição na cidade que administra", escreveu o parlamentar baiano, provocando ainda: "E aí, Kassab? O povo de SP, que o conhece, deu 43% de rejeição à sua administração. Assim, vai acabar como um dos piores prefeitos do Brasil".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.