ACM: "nem sempre endossei" decisões de Regina

O senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) afirmou que a ex-funcionária do Prodasen, Regina Borges, já havia tomado decisões que o desagradaram, quando ele era presidente do Senado, supondo que seriam do interesse do senador. Em seu depoimento sobre a violação do painel de votação do Senado, Regina Borges declarou ter atuado sob ordens do senador José Roberto Arruda (PSDB-DF), acreditando que Arruda agia em nome de ACM.O senador baiano afirmou que não delega a terceiros a tarefa de falar em seu nome, e que não agiu dessa forma no caso da violação do painel. ACM citou trechos do depoimento de Regina em que ela elogia sua administração frente ao Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.