ACM não deve ser punido por declarações

Dificilmente, o senador Antônio CarlosMagalhães será punido pela Justiça pelas declarações feitas durante encontro com trêsprocuradores da República no Distrito Federal. Isso porque a Constituição Federal, noartigo 53, estabelece que os deputados e senadores são invioláveis por suas opiniõespalavras e votos.Por esse motivo, os parlamentares não podem ser judicialmente por suas declarações desde que os fatos tenham ocorrido no desempenho do mandato ou tenham relação com ele. "Se as afirmações são feitas em função da condição de parlamentar, ainda que fora do Congresso, não há dúvida de que ele é inviolável e não pode ser processado por crime contra a honra", contou um integrante do STF.No caso de ACM, pelo menos um dos ministros do Supremo considera que há conexão entre as declarações e o exercício do mandato. "Essa imunidade não existe, por exemplo, se o parlamentar vai a um campo de futebol e xinga o adversário", explicou o integrante doSupremo.As pessoas que se sentiram ofendidas por declarações de ACM não podem também pedirindenização contra ele. Se elas quiserem ser indenizadas, poderão encaminhar ações contraa União já que o Congresso é um órgão do Legislativo federal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.