ACM manda carta a FH cobrando punição de Padilha

O ex-senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) cobrou do Presidente Fernando Henrique Cardoso, em carta enviada sexta-feira, uma "reprovação formal" ao ex-ministro dos Transportes Eliseu Padilha em razão das irregularidades no pagamento de precatórios no Departamento Nacional de Estradas e Rodagens (DNER) confirmadas recentemente em Brasília pelo procurador Pedro Elói Soares.ACM fez questão de voltar ao assunto junto a FHC pelo fato de, ainda como senador, ter feito um discurso no plenário do Senado informando do suposto envolvimento de Padilha no caso. Com o pronunciamento, Magalhães acredita ter evitado um dos pagamentos suspeitos de precatório na época que ele seria efetivado apesar do parecer contrário da Advocacia Geral da União. "Dirijo-me a Vossa Excelência para registrar que mais uma denúncia que fiz sobre corrupção no seu governo é plenamente comprovada", diz um trecho da mensagem em que ACM reclama da impunidade para os responsáveis das denuncias de irregularidades no DNER. "A pura e simples extinção do DNER, como foram as da Sudam e Sudene é insuficiente, pois o necessário é pegar os ladrões do Erário", disse. Na carta, ACM diz sentir-se penalizado por fazer denúncias de corrpução. "Certamente, fui injustiçado por isso e espero a reparação nas urnas".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.