ACM diz que se lista aparecer, ele a confirma

Com duas cópias do discurso de renúncia que fará na quareta-feira, o senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) embarcará hoje para Brasília. Indagado sobre uma pos sível disposição sua em divulgar a lista de votação da sessão em que foi cassado o ex-senador Luiz Estevão, ACM respondeu: "Quem tem a lista é o Arruda (o ex-senador José Roberto Arruda). O Arruda é que sabe". Segundo ele, se a lista verdadeira for apres entada publicamente, ele irá confirmá-la. "Eu não apresento mas se sair (a lista), eu confirmarei". Sobre o teor do discurso que fará na quarta-feira ele adiantou: "será ameno e saiu um bom discurso". Antônio Carlos Magalhães recebeu esta tarde, em seu escritório na sede do jornal Correio da Bahia, a homenagem do jodgador Edilson, do Flamengo, que o presenteou com a camisa nº 9. Edilson disse que foi " uma grande injustiça que está sendo feita com ele" , refereindo-se à aprovação pelo Conselho de Ética do Senado do parecer recomendando a cassação de ACM. Para ele, "a Bahia tem que se unir e passar força para o nosso grande mestre".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.