ACM deu dignidade ao Congresso Nacional, diz Cesar Maia

Prefeito do Rio comenta a morte do senador baiano, na manhã desta sexta-feira

Alexandre Rodrigues, do Estadão

20 de julho de 2007 | 13h23

O prefeito do Rio, Cesar Maia (DEM), recebeu a notícia da morte do senador Antonio Carlos Magalhães, seu companheiro de partido, enquanto assistia à provas de natação dos Jogos Pan-Americanos no Parque Aquático Municipal Maria Lenk . Ao comentar o fato, Maia disse que ACM deu "dignidade ao Congresso Nacional".   Veja também:  Morre o senador Antonio Carlos Magalhães  Galeria de Fotos  ACM visita o Estado de S. Paulo   "Antônio Carlos Magalhães foi o político nacional que se firmou como a maior liderança regional de todos os tempos, formador dos melhores quadros da administração pública. Quando presidente, deu dignidade ao Congresso Nacional", afirmou o prefeito, para quem o senador desempenhou papel importante na vida política do País.   ACM morreu nesta sexta-feira, 20, às 11h40 no Incor-SP por falência múltipla dos órgãos, após o agravamento do seu estado de saúde durante essa madrugada, quando sofreu uma parada cardíaca. Ele estava internado no hospital há 37 dias, desde 13 de junho.    

Tudo o que sabemos sobre:
Morte de ACM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.