ACM continua liderando as pesquisas na BA

O escândalo da violação do painel eletrônico do Senado, que obrigou o ex-senador Antonio Carlos Magalhães (PFL) a renunciar no ano passado, parece não ter produzido qualquer desgaste eleitoral ao líder baiano. Ele continua liderando a pesquisa de intenção de voto tanto para o governo do Estado como para uma vaga ao Senado, opções que ACM estuda para a eleição deste ano. A nove meses do pleito de outubro, ACM conta com 59% das intenções de voto para a eleição de governador, conforme pesquisa divulgada em Salvador pelo Instituto Vox Populi. Com esse porcentual, Magalhães venceria a eleição no primeiro turno. Seus concorrentes mais fortes são João Durval Carneiro (PDT) que ficaria em segundo lugar com 11% dos votos, Jacques Wagner (PT) em terceiro, com 7%, e Benito Gama (PMDB), com 3%. Brancos e nulos somariam 11% e indecisos, 9%. A pesquisa foi realizada entre 19 e 22 de janeiro com 1.500 pessoas. Para o Senado, ACM, tem 70% de intenção de voto, garantindo um das duas vagas em disputa. Com o seu apoio, o PFL elegeria também o segundo senador, o atual governador César Borges, que obteve, na pesquisa, 62% dos votos. Waldir Pires (PT) vem depois com 15%, seguido de Haroldo Lima (PCdoB), com 5% e José Lourenço (PMDB), com 3%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.