ACM ataca ministros do STF e políticos

O senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA), na conversa que manteve com procuradores da República na última segunda-feira, segundo a revista IstoÉ, não se limitou a atacar o presidente da República, estendendo acusações também a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e políticos. No caso do STF, seu alvo foram os ministros Nelson Jobim e Ellen Gracie Northfleet. Ambos foram acusados de terem barrado no Supremo, por razões não-jurídicas, uma CPI criada pela Assembléia Legislativa da Bahia para investigar denúncias de irregularidades na Companhia Docas da Bahia. "Aqui para nós, uma coisa dele (Nelson Jobim) particular. Uma firma beneficiada tem ligação com o escritório dele e do ministro Eliseu Padilha", afirmou ACM, de acordo com a revista. ACM acrescentou aos procuradores que confirmaria na Justiça ter chamado o ministro dos Transportes de "Eliseu Quadrilha" e que insistiria em denúncias sobre irregularidades no DNER.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.