ACM apoia iniciativa da oposição de pedir CPI

O senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) disse há pouco, em entrevista telefônica à Agência Estado, que apoiará a iniciativa das oposições de pedir a instalação de uma CPI destinada a investigar as denúncias de irregularidades supostamente praticadas por autoridades federais.Ele quer que o requerimento dos partidos de oposição para a CPI incluam a investigação sobre a denúncia de que o seu sucessor na presidência do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), teria se beneficiado com a movimentação de dinheiro do Banco do Estado do Pará (Banpará), quando foi governador daquele Estado. "Se a oposição não entrar (com pedido de CPI para o caso), eu entro", afirmou Magalhães, que continua descansando em Miami (EUA).O senador disse que volta ao Brasil na noite do próximo sábado e marcou para domingo uma visita ao governador licenciado Mário Covas. Ele disse que, em atenção a Covas, adiou para a próxima quinta-feira a festa de recepção que lhe seria oferecida por seus correligionários na Bahia.O senador disse que na próxima segunda-feira estará de volta ao Congresso. Ele continua elegendo Barbalho como alvo prioritário de suas críticas. "Jader não vai se sustentar na presidência do Senado; ele vai ser um presidente desmoralizado e não adianta as pessoas ignorarem isso", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.