ACM acusa Geddel de enriquecimento ilícito

O presidente do Senado, Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA), divulgou há pouco, para a imprensa, a fita "Geddel Vai às Compras", que está sendo distribuída aos deputados e senadores desde a semana passada. Na fita, ACM acusa o líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Geddel Vieira Lima (BA), de enriquecimento ilícito, juntamente com alguns de seus familiares.O senador acusa a família do deputado de ter comprado 12 fazendas na Bahia e seis apartamentos em Brasília sem ter recursos para tais operações. Na entrevista, o senador disse que o único pecado de seu filho, o falecido Luis Eduardo Magalhães, foi ter salvado Geddel, quando este "havia sido fisgado" pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou desvio de verbas públicas no orçamento da União.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.