Acirramento nas eleições no Ceará pede reforço policial

O apoio será antecipado para 35 cidades cearenses; nesta sexta-feira, candidato a vereador do DEM foi assassinado a tiros em Fortaleza

Lauriberto Braga, especial para O Estado de S. Paulo,

29 de setembro de 2012 | 13h59

Fortaleza - O acirramento eleitoral com o registro de pelo menos 15 atentados e uma morte fizeram com o Tribunal Regional Eleitoral mandassem reforço policial antecipado para 35 cidades cearenses.

Nesta sexta-feira (29), a Operação Eleições 2012 foi anunciada com o envio de uma tropa 5,5 mil policiais militares para o Interior. Outra tropa de 6 mil homens tentará dar a segurança nas eleições de Fortaleza. Foi na capital que aconteceu o crime de morte do candidato a vereador Elias Alves da Silva (DEM), assassinado a tiros. O corpo dele foi enterrado nesta sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.