REUTERS/Amanda Perobelli (05/04/19)
REUTERS/Amanda Perobelli (05/04/19)

'Acho inadequado ministro do STF tomar medida contra a imprensa', diz Joice Hasselmann

Líder do governo no Congresso afirmou que decisão é inadequada do ponto de vista político e jurídico

Mateus Fagundes, O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2019 | 14h27

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), criticou nesta quinta, 18, medidas tomadas por juízes de Tribunais Superiores em relação à imprensa.

Questionada sobre a ordem do ministro Alexandre de Moraes para retirada do ar da matéria 'O amigo do amigo do meu pai', da revista Crusoé e do site O Antagonista, que citava o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, Joice disse que não falava pelo Supremo, mas que condenava o ato.

"Acho que é inadequado para o Supremo, para um ministro do Supremo ou qualquer um que integre uma Corte como esta tomar medida desta forma em relação à imprensa", afirmou.

Ela argumentou que a medida tomada por Moraes não é inadequada somente do ponto de vista político, mas jurídico também.

Ela defendeu que, se houver excessos em casos de liberdade de imprensa e de expressão, "a Justiça está aí".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.