Ação de Zeca do PT contra <b>Estado</b> é julgada improcedente

O juiz Alexandre Corrêa Leite, da 5ª Vara Cível de Campo Grande (MS), julgou improcedente ação de indenização por danos morais movida pelo governador Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, contra o jornal O Estado de S. Paulo e o jornalista José Maria Tomazela. O governador se considerou ofendido por reportagem publicada em julho do ano passado sobre supostas irregularidades ocorridas na administração do Estado. O juiz entendeu que, embora as matérias relatassem fatos graves que envolviam, na época, no nome do governador, "foram vazadas de forma objetiva e sem excessos visíveis, com base em dados que eram públicos, eis que constantes de processos judiciais em andamento". O governador ainda pode recorrer da decisão.

Agencia Estado,

18 Dezembro 2006 | 19h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.