Ação da polícia mira candidato suspeito de elo com PCC

A Polícia Civil cumpre hoje 13 mandados de busca e apreensão em Taboão da Serra (SP) contra o ex-presidiário Claudinei Alves dos Santos, de 30 anos, o Ney Santos, candidato a deputado federal pelo PSC. Ele é investigado por estelionato, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e ligação com o Primeiro Comando da Capital (PCC).

JULIA BAPTISTA, Agência Estado

15 de setembro de 2010 | 12h35

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, foram apreendidos documentos que ligam o candidato aos crimes pelos quais ele está sendo investigado. Ao todo, oitenta policiais da Delegacia Seccional de Taboão da Serra fazem parte da operação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.