Acaba amanhã prazo para transferir título de eleitor

Termina amanhã em todo o País o prazo para os eleitores solicitarem a transferência de domicílio eleitoral. Até às 18 horas, o eleitor que mudou de bairro, cidade ou Estado deve comparecer ao cartório eleitoral para requerer a troca do seu título eleitoral. O mesmo vale para o eleitor deficiente que deseja mudar para uma sessão eleitoral especial. Quem não transferir o título e deixar de votar terá de justificar a ausência no dia da eleição. Caso contrário, sofrerá uma multa a ser determinada pelo juiz eleitoral. O não comparecimento, sem justificativa, em três turnos consecutivos implica no cancelamento do título eleitoral. Os novos títulos requeridos até amanhã terão de estar prontos até o dia 25 de julho. De acordo com a assessoria do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, nos últimos 15 dias cerca de 100 mil pessoas procuraram os 42 cartórios da capital. E o número vem aumentando. Foram 42.523 entre os dias 13 e 16 de abril e 51.037 entre 19 e 23. A assessoria do TRE também avisa que não haverá prorrogação de horário ou prazo, uma vez que as regras são previstas em lei. Quem quiser mais informações pode acessar os sites dos TREs; os endereços são sempre parecidos, variando apenas a sigla de cada Estado (www.tre-sp.gov.br, por exemplo, ou www.tre-rj.gov.br, ou www.tre-mg.gov.br). Outra opção é acessar o site do Tribunal Superior Eleitoral (www.tse.gov.br) e obter maiores informações. Na capital paulista, os cartórios funcionam das 8h às 18h. No interior, o horário é determinado pelo juiz eleitoral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.