Abrinq ajuda empresário a investir em projeto social

Uma cartilha distribuída pela Fundação Abrinq vai ajudar empresários a investir em projetos sociais e manter contato com as Secretarias da Criança e do Adolescente do município que pretendem auxiliar. A publicação, lançada nesta quarta-feira, será distribuída permanentemente pela entidade. "Nossa estimativa é chegar a R$ 6,5 milhões em investimentos em fundos municipais da criança e do adolescente até o fim do ano" disse o coordenador do Programa Empresa Amiga da Criança, Daniel De Bonis.A cartilha Incentivos Fiscais em Benefício de Crianças e Adolescentes apresenta em 50 páginas informações sobre como investir, por exemplo, em arte e cultura utilizando as Leis Rouanet e do Audiovisual e leis de incentivo à cultura no Estado e na cidade. "Trazemos histórias de parcerias bem-sucedidas entre o empresariado e o poder público e dados que orientam o empresário a investir em organizações sociais", destacou De Bonis.Quem participa do Programa Empresa Amiga da Criança da Abrinq, hoje com aproximadamente 1.300 empresas, tem de obedecer a alguns critérios de qualidade estabelecidos pela fundação. Entre eles, está a proibição de empregar mão-de-obra infantil e estender a exigência aos seus fornecedores. "A empresa ganha um selo de reconhecimento da Abrinq, que já está começando a fazer parte da vida das pessoas", disse o coordenador. Mais informações no site www.fundabrinq.org.br/peac.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.