À véspera da inauguração, sede do TRT no Rio é sabotada

Os cabos de fibra ótica do novo prédio do Tribunal Regional doTrabalho do Rio de Janeiro foram cortados nesta quinta-feira, véspera dainauguração do edifício. A sabotagem ocorreu em uma obra localizada a 20 metros da nova sede do TRT-RJ, na Rua do Lavradio, centro. Sem oscabos, o sistema computadorizado de consulta à distância de processos fica comprometido.De acordo com o presidente do tribunal, desembargador Nelson TomazBraga, que esteve no local e acionou a polícia, a instalação dos caboscustou R$ 8 milhões e o processo de licitação foi conturbado. A Telemarinformou que passaria a noite trabalhando para reparar o estrago e ainauguração está mantida para esta sexta-feira, quando 42 das 73 varas do órgãocomeçam a funcionar. O presidente da Associação Carioca de AdvogadosTrabalhistas, Lúcio Martins, estima que cinco mil pessoas acessarão o sistema por dia.O novo prédio do TRT-RJ tem 11 andares e levou um ano para ficarpronto. Em fevereiro de 2002, um incêndio destruiu vários andares daantiga sede do tribunal. A polícia investigou a hipótese de incêndio criminoso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.