A reforma tributária do governo é um engodo, diz Jereissati

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) disse hoje no Recife, que a reforma tributária proposta pelo governo é um "engodo", que visa unicamente o aumento da arrecadação. Na sua avaliação, ela é "péssima para o Nordeste" porque quem ganha é a União, que concentra gastos no Centro-Sul. "Não há uma política industrial para o Nordeste, que vai perder muito e não terá nenhuma compensação", afirmou. A proposta, segundo o senador, retrai a economia, e aumenta os impostos que, por sua vez, levaria ao aumento da informalidade e da sonegação. Já a reforma da Previdência tem o seu apoio "de uma forma geral". Ele acredita na necessidade de se taxar os inativos, mas depende uma regra de transição para os servidores que vão sofrer a mudança de sistema. O senador esteve no Recife com o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio, para prestigiar a solenidade de filiação de deputados estaduais, vereadores e prefeitos pernambucanos ao PSDB, na Assembléia Legislativa, organizada pelo senador Sérgio Guerra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.