Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Ricardo Stuckert/Instituto Lula

"A desgraça de quem não gosta de política é ser governado por quem gosta", diz Lula

Durante visita a campus da UFSCar, ex-presidente afirmou que jovens devem assumir a responsabilidade de defender a educação e de politizar as pessoas

Thaís Barcellos, O Estado de S. Paulo

02 de novembro de 2016 | 15h04

O ex-presidente Lula declarou a estudantes na terça-feira, 1º, que todos precisam aprender a fazer política e não a negá-la, porque "a desgraça de quem não gosta de política é ser governado por quem gosta, a elite", completou. A declaração foi dada em sua primeira aparição pública após não comparecer à votação no segundo turno das eleições municipais, em uma visita ao campus de Lagoa do Sino da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em São Paulo. O vídeo do discurso foi publicado no Facebook oficial do petista.

Segundo sua assessoria, Lula não foi votar no domingo, 30, porque tem mais de 70 anos e seu voto é facultativo. Mas, como apurou o Broadcast Político, serviço de distribuição de notícias em tempo real do Grupo Estado, o ex-presidente teria decidido não ir às urnas como forma de protesto ao atual cenário político no Brasil. Também teria pesado na decisão o fato do PT ter ficado de fora da disputa pela prefeitura de São Bernardo do Campo (SP), domicílio eleitoral de Lula e tradicional reduto petista, no segundo turno.

Na UFSCar, o ex-presidente afirmou que o momento político do País é importante para o debate de política. Ao citar a PEC do Teto e a Medida Provisória que instituiu a reforma do ensino médio, o ex-presidente ainda disse aos estudantes que os jovens não podem desistir e devem assumir a responsabilidade de defender a educação e de politizar as pessoas com debates sobre política e economia. "Quem vai mudar esse País são vocês", afirmou. 

Na visita, o ex-presidente foi recebido pelo escritor Raduan Nassar, autor de Lavoura Arcaica. O autor doou sua fazenda à UFSCar, que ergueu no local um centro de estudos especializado em agricultura familiar e segurança alimentar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.