A barriga, fruto da evolução?

A obesidade e a altura seriam fruto da evolução. Ao menos é esta a tese de um cientista de Londres, especialista no tema. Ele afirma que a obesidade, considerada em nível mundial, é um fenômeno tão amplo, hoje, que só pode representar uma mudança no processo evolutivo humano. Para o professor Andrew Prentice, da Escola de Higiene e Medicina Tropical da Universidade de Leicester, o aumento do peso médio, por pessoa, só se compara ao aumento da altura média das populações que se verificou nos últimos 200 anos. "Tornar-se obeso, hoje, é uma resposta biológica normal", afirmou."A evolução é feita, geralmente, através de mudanças lentas e imperceptíveis, durante as quais um organismo se adapta ao ambiente em que vive", explica o professor, "mas o que aconteceu é que alteramos o nosso habitat no breve tempo de uma geração - duas no máximo -, o que significou um enorme desafio para o nosso metabolismo, que durante milhares de anos teve como prioridade combater a fome e a miséria". Leia mais no Estado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.