61% se dizem otimistas em relação ao governo Dilma, indica CNI/Ibope

Resultado de brasileiros que acreditam em uma gestão ótima ou boa registra quarta alta seguida; no Nordeste, otimisto chega 66% dos entrevistados, contra 55% no Sul

Eduardo Rodrigues e Ricardo Brito, da Agência Estado

29 Junho 2012 | 11h10

BRASÍLIA - A pesquisa CNI/Ibope divulgada na manhã desta sexta-feira, 29, revelou que 61% dos entrevistados consideram que o restante do governo Dilma será "ótimo ou bom". É um índice três pontos percentuais maior do que o último levantamento, realizado em março deste ano. No período, permaneceu igual o patamar daqueles que acreditam que os próximos dois anos do governo brasileiro será bom, 25%, e péssimo, 10%.

 

O patamar de 61% para o "ótimo e bom" do restante do governo é a quarta alta seguida desde julho de 2011, quando o indicador era de 55%, o mais baixo do governo Dilma. Em março do ano passado, a confiança na condução da gestão da presidente chegou o mais alto patamar, de 68%.

 

Na Região Nordeste está o maior percentual dos entrevistados que esperam que o restante da administração Dilma seja "ótima ou boa", com 66%. Na Região Sul, por outro lado, estão os menos otimistas, com 55% para essa questão.

 

A pesquisa com 2.002 entrevistados foi realizada entre os dias 16 e 19 de junho em 141 municípios. O levantamento tem margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.