412 pessoas vão integrar a comitiva de Lula na visita à China

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva embarca nesta sexta-feira, às 10 horas, para a China, onde visitará as cidades de Pequim e Xangai. A aeronave presidencial fará escalas técnicas na Ilha do Sal, em Cabo Verde, e em Kiev, na Ucrânia. A chegada à capital chinesa está prevista para as 21h30 de sábado, horário de Brasília. Lula segue no dia 25 para Xangai, permanecendo nesta cidade até o dia 27. A comitiva do presidente será integrada por sete ministros, cinco governadores e mais de 400 empresários. De Xangai, o presidente seguirá para Guadalajara, no México, sede da III Cúpula América Latina e Caribe-União Européia. A Secretaria de Imprensa do Palácio do Planalto informou que está certa a presença dos ministros Antonio Palocci (Fazenda), Celso Amorim (Relações Exteriores), Luiz Fernando Furlan (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), Guido Mantega (Planejamento), Roberto Rodrigues (Agricultura), Agnélo Queiróz (Esportes) e Eduardo Campos (Ciência e Tecnologia). Palocci só vai se juntar à comitiva em Xangai. Também viajam à China com o presidente os governadores Aécio Neves (Minas Gerais), Geraldo Alckmin (São Paulo), Paulo Hartung (Espírito Santo), Paulo Souto (Bahia) e Wellington Dias (Piauí). Em seu programa de rádio Cáfé com o Presidente, divulgado hoje, Lula disse que 412 empresários já haviam se inscrito para a viagem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.