330 empresários já confirmaram que irão à China com Lula

O Itamaraty informou que 574 empresários brasileiros vinculados a 340 empresas se inscreveram para participar da delegação que acompanhará o presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Pequim e Xangai, na China, de 24 a 27 próximos. Desse total, 330 já confirmaram sua participação. Os setores mais representados serão os do agronegócio, de consultoria e serviços de engenharia, tecnologia da informação, energia e alimentos processados. O Departamento de Promoção Comercial do Itamaraty organizou dois grandes eventos empresariais: dia 24, na capital chinesa, será realizado o seminário "Brasil - China: Comércio e Investimentos - Perspectivas para o Século 21". Ao término desse evento, será lançado o Conselho Empresarial Brasil-Chin a e, diante do presidente Lula, serão assinados nove contratos empresariais. No dia 26, em Xangai, será realizado o seminário "Brasil -China: Uma Parceria de Sucesso". Depois do encerramento de ambos os eventos, serão organizadas rodadas de negócios indi viduais por empresas e workshops sobre oportunidades de investimento bilateral, agribusiness e turismo. Para evitar constrangimentos, o Departamento de Promoção Comercial colocou à disposição dos empresários um manual sobre hábitos e costumes chineses. I dêntico manual será colocado à disposição da delegação oficial brasileira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.