20% por cento da população brasileira são fumantes

O universo de fumantes no País finalmente começa a ser desvendado. Pesquisa inédita feita pela Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, aponta que a população de dependentes do cigarro no Brasil é de aproximadamente 20%. Resultados preliminares do levantamento nacional mostram ainda que, do grupo pesquisado, 47,2% dos homens e 48,2% das mulheres encaixamse na categoria de ex-fumantes. Os dados foram colhidos em 7 capitais com 12.500 pessoas. Especialistas consideram os resultados animadores. ?Há ainda muito o que fazer. Mesmo assim, o trabalho indica que trilhamos o caminho correto?, diz a professora de Medicina Preventiva da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e integrante da secretaria Sandhi Maria Barreto. Ela afirma que os índices de fumantes no Brasil são mais baixos, embora próximos, dos apresentados em países desenvolvidos ? entre 22% e 25%. Entre jovens de 15 a 19 anos, a pesquisa detectou 13% de fumantes do sexo masculino e 7% do feminino. E esse é umpúblico que preocupa autoridades sanitárias. Para a grande maioria das pessoas, abandonar o cigarro não é uma tarefa fácil. ?É preciso fazer um acompanhamento multidisciplinar, suportar as recaídas, não desanimar?, afirma Jaqueline Scholtz, coordenadora de tabagismo do Instituto do Coração. Para ajudar pacientes, três ferramentas podem ser usadas: chicletes e adesivos de nicotina e um tratamento com bupropiona, medicamento que reduz a síndrome de abstinência de nicotina. ?Todos esses mecanismos, porém, não são suficientes se a pessoa não está motivada a combater a dependência?, afirma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.