17 foram presos por crime eleitoral em AL

Desde o início da campanha eleitoral em Alagoas, 17 pessoas foram presas sob a acusação de usar meios ilícitos para tentar beneficiar candidatos na disputa de prefeituras e câmaras. Em São Miguel dos Campos, a 63 quilômetros de Maceió, por exemplo, dois dos cinco candidatos a prefeito são acusados de crime eleitoral. Em Palmeira dos Índios, o ex-vereador José Oliveira (PP) foi preso quando distribuía óculos, possivelmente em troca de voto. Ele disse que os óculos não eram dele.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.