12 seções têm voto em papel e 2.223 urnas falham

Com base em dados disponíveis até as 17h30 de ontem, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, informou que 2.223 urnas eletrônicas em todos os municípios do País precisaram ser substituídas ontem, representando 0,5% do total. Segundo o tribunal, apenas 12 seções eleitorais, que equivalem a 0,003% do total nacional, tiveram de fazer votação manual. Na última eleição geral em 2006 (quando foram eleitos o presidente da República, os governadores, deputados federais e estaduais e senadores), o TSE teve de substituir 3.239 urnas (que equivaliam 0,9% desses aparelhos). Exatas 100 sessões eleitorais tiveram de fazer votações manuais (0,028% do total).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.