Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Não perco tempo com esta dupla; com eles é na justiça, diz Cunha sobre Cid e Ciro Gomes

Após seu irmão ser condenado a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais ao presidente da Câmara, Ciro Gomes afirmou que o parlamentar é o 'maior vagabundo de todos'

Bernardo Caram e Daniel Carvalho , O Estado de S. Paulo

17 de setembro de 2015 | 12h48

BRASÍLIA - Um dia após ganhar ação na Justiça contra o ex-ministro Cid Gomes e ser alvo de ataques de seu irmão Ciro Gomes, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou que "não perde tempo" com os dois e que a solução dos problemas é dada com ações judiciais. "Já ganhei uma ontem e certamente vou ganhar outras", disse.

Na quarta-feira, 16, em ato de filiação ao PDT, Ciro Gomes afirmou que o deputado "representa uma maioria de corruptos" e que é o "maior vagabundo de todos". Segundo Cunha, qualquer declaração ofensiva vinda de um dos irmãos será objeto de ação judicial. "Não perco tempo com essa dupla. Essa dupla é na Justiça".

Ontem, Cid foi condenado a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais a Cunha. No início do ano, ele afirmou em seminário que a Câmara tinha entre 300 e 400 achacadores. Depois, confirmou no plenário da Casa o que havia dito.

Em tom de ironia, Cunha alfinetou os dois irmãos, que já governaram o Ceará, ao comentar o que poderia fazer com o dinheiro proveniente de indenizações. "Provavelmente até para fazer doações para instituições do Ceará que não foram bem atendidas no governo", disse.

Governo. O presidente da Câmara também voltou a fazer críticas à condução do ajuste econômico pelo governo Dilma Rousseff. Para ele, o governo deveria equilibrar as contas com cortes de gastos, e não com criação de impostos e com transferência de despesas. "O governo está errado em não resolver o déficit cortando despesas", disse. "O governo vai começar a recuperar confiança quando mostrar ação, e não com impostos", completou. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.