Zona eleitoral: diferença entre grafite e pichação é a polêmica da vez

ARTE OU VANDALISMO?

Gilberto Amendola, O Estado de S.Paulo

01 de outubro de 2016 | 03h00

Responda rápido

Candidatos que não conseguirem distinguir um quadro do Kandinsky de um monte de rabiscos serão considerados inaptos para polemizar sobre grafite e pichação. Regra também servirá para eleitores. 

BORBA GATO 

Acordou pichado

Não é verdade que a ação tenha sido orquestrada pelo mano Andrea Matarazzo em resposta à estranha amizade entre João Doria e Marta Suplicy. Magoou.

ELEIÇÃO CANINA

Ninguém larga o osso

Em debate da TV Globo, Celso Russomanno prometeu cuidar dos “bichinhos” dos eleitores. Ou seja, se perder a eleição, já vislumbra uma carreira brilhante como Dog Walker.

LUTA PELO SEGUNDO TURNO

Indústria da multa

O desespero para agradar ao eleitor-motorista é tão grande que já, já tem candidato prometendo desligar semáforos, apagar faixas de pedestre e transformar toda e qualquer multa em ridículas cartas de amor.

*

E por falar em carro... tem candidato a vereador prometendo livrar advogados do rodízio. Proctologistas também querem o benefício. 

FILME DA SEMANA

O Curioso Caso de Luiza Erundina (indicação: Doria)

A história da mulher que começou uma eleição com 82 anos, mas vai rejuvenescendo a cada debate. 

NO FACEBOOK

Campanha ousada

Apoiadores de Haddad dizem que o petista pode fazer nu frontal caso vá ao segundo turno. Tem gente querendo saber se ele é mesmo de esquerda.

VOTO JOVEM

Oportunidade eleitoral

Algum candidato tem ingresso sobrando para o show do Wilco no Parque do Ibirapuera?

PAZ DE ESPÍRITO

Quer ficar sozinho?

Visite a Câmara Municipal. Há um mês nada acontece por lá. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.