'Vocês têm que me aguentar'

Tiririca diz que continua na política em 2014

Erich Decat / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2013 | 02h14

Exibido nessa quinta-feira, 7, à noite em cadeia nacional de rádio e TV, o programa nacional do PR, partido da base aliada do governo, teve o deputado federal Tiririca (SP) como "elemento-surpresa". Ele surgiu no final, após o presidente da legenda, senador Alfredo Nascimento (AM), desejar boa noite e ser inserida uma tela preta, dando ideia de que o vídeo tinha acabado.

Correndo com as mãos para cima em frente ao Museu Memorial JK de Brasília, onde o programa foi gravado, Tiririca entra em cena e afirma: "Parô, quase que não alcanço vocês. Abestado. Tiririca quer falar. (...) Eu quero dizer para vocês que continuo na política. Vocês têm que me aguentar, galera. Têm que me aguentar porque sem Tiririca, Brasília mica".

Tiririca, que chegou a anunciar no início do ano que abandonaria a política, ainda é a aposta do PR para ser o grande puxador de votos nas eleições de 2014. Em 2010, ele foi o mais votado em São Paulo - atingiu a marca de 1,3 milhão de votos válidos. Seu slogan era 'pior que tá não fica'. A expressiva votação de Tiririca também garantiu recursos para o PR, uma vez que a distribuição do Fundo Partidário tem como base o porcentual de votos da legenda para a Câmara. Segundo cálculos de tesoureiros de campanha, ele pode render de R$ 350 mil por mês aos cofres do partido.

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesTiririca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.