Vila Velha foi a única cidade no ES com segundo turno

Neucimar Fraga (PR) venceu o candidato do PMDB, Dr. Hércules da Silveira, com 52,43% dos votos

Alexandre Rodrigues, de O Estado de S.Paulo

26 de outubro de 2008 | 21h35

Na única cidade onde houve segundo turno no Espírito Santo, o deputado federal Neucimar Fraga (PR), de 42 anos, saiu vitorioso das urnas de Vila Velha, na região metropolitana de Vitória. Ele venceu o candidato do PMDB, Dr. Hércules da Silveira, com 108.476 votos (52,43% dos votos válidos). O adversário dele teve 98.418 votos (47,57%). A cidade terminou a apuração dos votos menos de uma hora depois do fechamento das urnas. Pouco mais de 18% do eleitorado não foi votar. Votos brancos e nulos somaram quase 7%. Apesar de ser o candidato do partido do governador capixaba Paulo Hartung, que goza de altos índices de popularidade, Silveira não conseguiu se valer dessa vantagem. Apesar de figurar na maior parte do material de campanha do peemedebista, Hartung não atravessou a ponte que liga Vitória a Vila Velha para fazer campanha. Mais preocupado em manter a ampla base de apoio que sustenta seu governo, o governador se decidiu pela neutralidade, o que tem sido uma constante no seu estilo em eleições.  Apesar da derrota do PMDB, a vitória de Fraga é um avanço para Hartung. Como a maior parte dos políticos capixabas, Fraga não fez uma campanha de oposição ao governador. Ao contrário, pregou a superação do "isolamento político" da cidade, que é atribuído à postura oposicionista do prefeito Max Filho (PDT), que também não se envolveu no segundo turno. Ao votar, no início da manhã, numa escola do bairro Soteco na companhia do senador Magno Malta (PR-ES) e da mulher, Sandra, Neucimar Fraga já se dizia confiante na vitória, confirmando a ligeira vantagem que as pesquisas lhe davam. Ex-vereador e duas vezes eleito deputado federal, Fraga vinha se destacando no Congresso ao liderar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Sistema Carcerário. Também liderou, em 2004, a CPI do Tráfico de Órgãos. A exemplo do que aconteceu no primeiro turno, a votação em Vila Velha teve muita sujeira nas ruas com a boca-de-urna. A Lei Seca decretada pela Justiça Eleitoral também foi desrespeitada na maioria dos bares e restaurantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.