Agência Brasil/Rodger Timm/Ascom PSDB/Divulgação
Agência Brasil/Rodger Timm/Ascom PSDB/Divulgação

No RS, Eduardo Leite (PSDB) e José Ivo Sartori (MDB) disputarão segundo turno

Eduardo Leite (PSDB) teve 35,80% dos votos e está no segundo turno com José Ivo Sartori (MDB), que recebeu 31,15% dos votos válidos; tucano declara apoio a Jair Bolsonaro (PSL)

Felipe Strazzer, O Estado de S.Paulo

07 Outubro 2018 | 18h27
Atualizado 08 Outubro 2018 | 19h02

Com 100% das seções apuradas, Eduardo Leite (PSDB) disputará o segundo turno das eleições ao governo do Estado do Rio Grande do Sul com o atual governador e candidato à reeleição José Ivo Satori (MDB). O tucano possui 35,90% dos votos válidos, enquanto o emedebista possui 31,11%. Em terceiro lugar e fora da disputa, o candidato Miguel Rosseto (PT) recebeu 17,76% dos votos válidos.

O número de abstenções foi de 1.514.763 (18,14%). Votos brancos somaram 404.529 (5,92%) e nulos totalizaram 460.164 (6,73%).

Senado

Para o Senado, Luis Carlos Heinze (PP) foi eleito com  21,94% dos votos válidos. A segunda vaga ficou com Paulo Paim (PT), com 17,76% do total. Na sequência, ficaram os candidatos Beto Albuquerque (PSB), com 16,23%, Carmen Flores (PSL), com 14,30% e José Fogaça (MDB), com 13,88%.

Segundo turno

Depois de terminar o 1º turno na frente para a disputa do governo gaúcho, com 35,89%, Eduardo Leite declarou, em coletiva, seu apoio ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno das eleições 2018. O tucano falou em “exclusão de um caminho” ao se referir ao PT e disse estar disposto a conversar com Bolsonaro “por um desejo de contribuição ao Brasil”. No primeiro turno, o candidato do PSDB gaúcho apoiou Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.