Edmar Barros/FuturaPess
Edmar Barros/FuturaPess

Wilson Lima (PSC) é eleito governador do Amazonas

Candidato do PSC venceu o atual governador do Estado com 58,51% dos votos válidos; veja resultado das eleições

Estadão Conteúdo

28 de outubro de 2018 | 19h03

Com 99,99% dos votos apurados até este momento, o candidato do PSC, Wilson Lima está eleito governador do Amazonas. Wilson Lima teve 58,50% dos votos válidos, o que representa 1.033.950 votos. O segundo colocado, Amazonino Mendes, do PDT, teve 41,50% dos votos válidos - 733.366 votos. Os votos em branco somam 1,07% e os nulos, 6,30%. Com 2.427.159 de eleitores, o Amazonas teve 519.190 (21,39%) abstenções.

Em pronunciamento realizado logo após ser anunciada sua vitória, Wilson reforçou a ideia de que o Amazonas e o Brasil "querem o novo". "Nós não chegamos aqui com a estrutura de nenhuma força, de nenhum grupo econômico. Nós chegamos aqui com a vontade do cidadão, e essa vontade é soberana e tem de ser respeitada. O que está começando aqui é uma chama, numa ideia. Eu sou apenas um guardião dessa chama e vou defendê-la como defendo a minha vida". O candidato eleito falou em "dificuldade" de "combater um grupo cheio de vícios e amarras", se referindo a seus adversários.

O pronunciamento começou com o discurso de Luiz Castro, candidato a senador pela Rede - da coligação do PSC - nestas eleições. Sobre a vitória de Wilson, disse: "expressão de um profundo desejo de mudança para o nosso Estado". "Pela primeira vez, um grupo que se revezava no poder há 38 anos foi alijado para que o povo do Amazonas pudesse iniciar um novo momento", completou. 

Wilson Lima nasceu em Santarém, no Pará, em 26 de junho de 1976, e é formado em jornalismo. Seu vice é Defensor Carlos Almeira, servidor público estadual nascido em Manaus.

Números do primeiro turno 

No primeiro turno, realizado no dia 7 de outubro, Wilson também terminou em primeiro lugar, com 34,55% dos votos contra 32,74% de Amazonino Mendes, atual governador do Estado que tentava a reeleição. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.