Veja 10 curiosidades sobre o segundo turno das eleições

Veja 10 curiosidades sobre o segundo turno das eleições

Disputa para presidente foi a mais acirrada desde o primeiro pleito verdadeiramente democrático em 1945

O Estado de S. Paulo

27 de outubro de 2014 | 13h22

Os debates no segundo turno foram novamente marcados por trocas de acusação. Os dois candidatos, Dilma Rousseff e Aécio Neves, chegaram a liderar as pesquisas numericamente em algum momento da disputa, e a presidente reeleita teve, sem provas, seu nome ligado ao escândalo de corrupção da Petrobrás três dias antes da votação. A petista teve 51,64% dos votos, enquanto o tucano ficou com 48,36%, a menor vantagem desde 1945. Confira algumas curiosidades desse segundo turno.


1. Dilma Rousseff saiu vitoriosa nos dois extremos norte e sul. A presidente teve 66,60% dos votos no Oiapoque no Amapá e 56,59% em Chuí, no Rio Grande do Sul. Veja infográfico detalhado da disputa pelo Brasil.

2. Aécio Neves obteve a maior votação que um político do PSDB já registrou em uma eleição presidencial em São Paulo. O senador teve quase o dobro dos votos da candidata petista. Nos Jardins, bairro nobre da capital paulista, ele teve 86% dos votos.

3. A presidente reeleita perdeu em seu próprio colégio eleitoral no Rio Grande do Sul. Em São Bernardo do Campo, berço do PT, ela também ficou atrás do candidato de oposição com 44,11% dos votos.

4. O ex-governador mineiro tinha 92% de aprovação quando deixou o cargo para disputar uma vaga no senado em 2010. Entretanto, isto não impediu que ele fosse menos votado em seu próprio Estado.

5. Dilma teve queda de desempenho em 16 das 27 unidades federativas quando comparados os resultados do segundo turno de 2010 e 2014.

6. Durante o debate eleitoral, Aécio Neves foi acusado de construir aeroporto nas propriedades de um tio em Cláudio-MG. O curioso é que, mesmo com a polêmica causada, o tucano teve larga vantagem na cidade.

Campanha para governador:

7. Desde a aprovação da reeleição para o executivo em 1997, o Rio Grande do Sul jamais reelegeu um governador.

8. O PMDB saiu como grande vitorioso nas disputas estaduais. O tradicional partido conseguiu eleger sete governadores, dois a mais que PSDB e PT que ficaram com cinco eleitos cada.

9. Roraima elegeu a única governadora mulher no Brasil. Suely Campos (PP) derrotou seu adversário, o governador Chico Rodrigues (PSB), que tentava a reeleição.

10. Waldez Góes esteve envolvido em acusações de desvio de verbas na ordem de 1 bilhão de reais no Amapá. O escândalo de 2010, porém, não impediu que ele tivesse mais de 60% dos votos no estado.

Tudo o que sabemos sobre:
EleiçõesDilma RoussefAécio Neves

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.