Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão
Ricardo Chapola, O Estado de S.Paulo

08 de janeiro de 2014 | 02h02

Familiares do ex-deputado e ex-presidente do PT José Genoino (SP), condenado no processo do mensalão que cumpre prisão domiciliar temporária e foi multado em R$ 468 mil no julgamento do caso, lançaram um site a fim de arrecadar recursos para quitar o débito judicial do petista.

Desde o dia 11 de novembro, um site criado por um servidor público de Mato Grosso já arrecadou mais de R$ 30 mil por meio de transferências, boletos bancários e cartões de crédito.

A decisão tomada anteontem pela Vara de Execuções Penais (VEP) do Distrito Federal, que estipulou prazo de dez dias para que as multas de José Genoino e de outros quatro condenados no mensalão fossem pagas, levou a família do ex-deputado e o diretório paulista do PT a reforçarem a campanha de arrecadação.

"Você que conhece o companheiro José Genoino, você que sabe dos equívocos no julgamento da Ação Penal 470, deixe sua contribuição para que José Genoino pague a multa da Ação Penal 470, no valor de R$ 468 mil, e não precise vender a sua casa", diz o site.

No endereço, Miruna Kayano Genoino, filha do ex-deputado, afirma que o petista já vendeu um carro e faz um apelo para não ter de vender a casa na qual a família mora em São Paulo.

"É evidente que Genoino não tem condições de pagar. Ele não tem patrimônio nenhum. Vamos ajudar os que precisarem", afirmou o presidente do PT paulista, Emídio de Souza.

Tudo o que sabemos sobre:
Genoino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.