Vale Cultura será o Bolsa Família do 2º mandato, diz Marta

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, afirmou ontem que em um eventual segundo mandato de Dilma Rousseff o Vale Cultura será para a presidente uma vitrine com o mesmo peso que teve o Bolsa Família para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O Estado de S.Paulo

20 de fevereiro de 2013 | 02h04

"Vamos começar a construir nesse governo, nesses dois anos que faltam, e no segundo (governo Dilma) certamente terá a mesma força", afirmou Marta ao Estado após uma audiência pública na Assembleia Legislativa, na qual explicou como funcionará o benefício. Em vigor a partir de julho, o Vale Cultura beneficiará trabalhadores que ganham até cinco salários mínimos, que receberão das empresas que aderirem R$ 50 mensais para gastar em despesas culturais. O benefício é cumulativo. Pelas contas do ministra, a renúncia fiscal poderá ser de até R$ 11,3 bilhões "em alguns anos". Para 2013, espera-se que fique na casa dos R$ 500 milhões. / FERNANDO GALLO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.