União de PP com PROS cria 3ª maior bancada da Câmara

Grupo fica atrás apenas do PT e do PMDB; objetivo é ganhar importância para a reforma ministerial prevista para janeiro

Eduardo Bresciani, O Estado de S.Paulo

07 de novembro de 2013 | 02h09

As bancadas do PROS e do PP oficializaram ontem a formação de um bloco parlamentar com 63 deputados, tornando-se, assim, a terceira maior força da Câmara dos Deputados. Fica atrás do PT (88) e do PMDB (76) e supera os oposicionistas do PSDB (48). A união tem como principal objetivo ganhar peso político para a reforma ministerial que a presidente Dilma Rousseff planeja para janeiro.

Segundo o líder do PROS na Câmara, deputado Givaldo Carimbão (AL), o partido já foi convidado na semana passada para integrar a equipe ministerial. "Dissemos para a presidente que vamos apoiá-la porque a maioria de nós já atuava assim e que não pedíamos nada em troca. Ela agradeceu e disse que queria convidar o partido para participar do governo a partir de dezembro, quando fará a reforma ministerial", afirmou. O ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes é visto como o nome do partido com maior potencial de indicação.

Com a criação do bloco, o PSDB passa a ser a quarta bancada da Câmara, com 48 representantes.

Tudo o que sabemos sobre:
PPPROS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.