Tucano e Campos desdenham índices

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) minimizou os dados da pesquisa CNI/Ibope. "Isso tem muito a ver com o sentimento momentâneo, talvez com algumas medidas de grande alcance popular tomadas pela presidente e com o vigor da propaganda do governo", disse. Para o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), a aprovação não serve como previsão eleitoral. "Se vai haver espaço ou não no debate eleitoral de 2014 só vamos saber quando 2014 chegar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.